Reserva de fluxo fracionada (RFF) e instant wave-free ratio (iFR)

0
474

No decorrer dos últimos 20 anos, o desenvolvimento da reserva de fluxo fracionada (RFF) promoveu mudanças na forma de avaliarmos a gravidade das obstruções das artérias do coração por placas de ateromas.

A RFF é um exame invasivo, ou seja, é necessário introduzir através de uma artéria periférica um cateter até o ponto da artéria que encontra-se obstruído. Didaticamente, o exame permite avaliar se aquela placa de ateroma causa isquemia (má irrigação do músculo cardíaco) e, dessa  forma, se essa obstrução seria passível de angioplastia coronariana (desobstrução da artéria por meio de um cateter-balão).

Uma FFR maior que 0,75 sugere que a obstrução coronariana avaliada pelo exame não causa isquemia. Para a realização da FFR é necessário aumentar o fluxo de sangue para artéria que está sendo avaliada (hiperemia máxima), para isso utilizamos um medicamento chamado adenosina.

A FFR poderá ser realizada conjuntamente com o exame de cineangiocoronariografia e cateterismo cardíaco ou em outro momento. As orientações para a realização da FFR são semelhantes as do exame de cineangiocoronariografia e cateterismo cardíaco.

Recentemente foi desenvolvido um índice que permite avaliar as obstruções coronarianas em estado de repouso, sem a necessidade de indução de hiperemia máxima com uso de adenosina. O iFR (instant wave-free ratio) é um método mais simples que pode ser uma alternativa à RFF.

Indicações da reserva de fluxo fracionada (RFF) e instant wave-free ratio (iFR)

-A RFF e iFR são recomendados como ferramentas para identificar estreitamentos coronarianos significativas em pacientes sem evidência de isquemia por métodos não invasivos (exemplo: cintilografia de perfusão miocárdica) ou em casos onde esses métodos sejam inconclusivos, indisponíveis ou discordantes.

-A RFF e iFR são úteis para guiar procedimentos de angioplastia coronariana em pacientes com doença coronariana multiarterial estável, ou seja, que aquela que afeta várias artérias do coração com estreitamentos maiores que 50% e menores que 90% ao exame de cineangiocoronariografia e cateterismo cardíaco.

-A RFF e iFR são úteis para avaliar o significado funcional e indicar a necessidade de revascularização (angioplastia coronariana ou cirurgia de revascularização) de estreitamentos no tronco da artéria coronária esquerda.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here