Revisão aponta os fatores determinantes de baixa qualidade de vida, após um AVC

0
75

Uma revisão teve como objetivo principal identificar os fatores determinantes de uma pior qualidade de vida, em vítimas de um acidente vascular cerebral (AVC), também conhecido como  derrame cerebral.

Os autores da revisão pesquisaram a literatura médica dos últimos dez anos, avaliando os estudos que abordavam a qualidade de vida após um AVC, em adultos acima de 18 anos de idade. Consideraram-se relevantes 96 estudos e 31 deles entram nesta revisão, de acordo com os critérios de inclusão dos autores.  

O mais freqüente instrumento de avaliação da qualidade de vida após o AVC foi o SF-36, em 45,2% dos estudos. Observou-se que a baixa qualidade de vida relacionou-se, principalmente, ao déficit da função física (seqüelas após o AVC), à presença de depressão ou de seus sintomas, ser do sexo feminino e ser mais idoso. De um modo geral, os sujeitos após um AVC possuíam pior qualidade de vida do que aqueles que não sofreram o evento.  

Fonte: J. Bras. Psiquiatria(2008).

www.portaldocoracao.com.br 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here