Estudo identifica os fatores que afetam o desempenho sexual dos brasileiros

0
251

O estudo da vida sexual do brasileiro (EVSB) iniciou em 2002, e entrevistou 7.013 pessoas provenientes de 13 estados brasileiros, maiores de 18 anos, sendo que 54,6% destes entrevistados eram homens e 45,4% eram mulheres.

O estudo era composto por um questionário de 87 perguntas de múltipla escolha, e foi coordenado pela médica psiquiatra Dra. Carmita Abdo, do Instituto de Psquiatria do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Os critérios de inclusão no estudo  foram: ser adulto, com capacidade de entendimento das perguntas e disponibilidade em respondê-las, garantidos a privacidade e o anonimato às respostas. O EVSB foi concluído no ano de 2003.

Em relação aos fatores que afetam negativamente o desempenho sexual, para homens e mulheres, o EVSB apresentou os seguintes resultados:

-Cansaço:

Para 50,1% dos homens e 57,3% das mulheres.

-Atividades diárias (rotina):

Para 28,1% dos homens e 34,3% das mulheres.

-Pouco tempo:

Para 19,4% dos homens e 26,2% das mulheres.

-Parceiro(a) antigo(a):

Para 27,3% dos homens e 24,6% das mulheres.

-Ansiedade:

Para 24,9% dos homens e 21,4% das mulheres.

-Sexo com "programação":

Para 16,4% dos homens e 20,7% das mulheres.

-Falta de atração:

Para 17,2% dos homens e 15,8% das mulheres.

-Medo de falhar:

Para 18,4% dos homens e 6,2% das mulheres.

Além disso, parceira(o) pouco/muito experiente ou recente, dificuldades sexuais da(o) parceira(o), exigências, compromisso e orientação sexual pouco definida podem interferir negativamente.

Fonte:ESVB(2003).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here