Balão intra-gástrico é uma opção para o emagrecimento

0
84

Tratar dos problemas em decorrência da obesidade é um dos maiores desafios da medicina nos últimos anos. Como alternativa a já conhecida cirurgia bariátrica, em que o paciente é submetido a uma redução do estômago por meio de internação, médicos brasileiros passam a fazer uso do balão gástrico, que dispensa a intervenção cirúrgica no tratamento da obesidade.

De acordo com o médico pernambucano Gustavo Carvalho, um dos responsáveis pela adoção da técnica no Brasil, o balão gástrico possibilita que pessoas que não tenham Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 40 possa emagrecer rapidamente sem a necessidade de cirurgia.”O balão pode ser utilizado nas pessoas que necessitam perder peso qualquer que seja o motivo. Pode ser por saúde, quando a obesidade se tornou uma doença, ou estética”, afirma.

O procedimento é simples. O balão gástrico é uma prótese de silicone , que é colocada dentro do estômago e que torna o paciente rapidamente saciado quando come ( sensação de plenitude ) . O balão é introduzido por via endoscópica no estômago e não exige internação, nem anestesia, sendo recuperação bem mais rápida.”Após o procedimento , a readaptação é feita em casa, com auxilio de psicólogo, nutricionista, professor de educação física e terapeuta”, explica o médico Gustavo Carvalho. Durante os seis meses de vida último do balão, espera-se uma redução de 10 a 30 quilos no peso do paciente.A permanência do balão intra-gástrico costuma ser de até 6 meses. O efeito colateral mais comum do procedimento , são as náuseas.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados no final de 2006, em um universo de 95,5 milhões de pessoas de 20 anos ou mais idade, há 38,8 milhões (40,6%) com excesso de peso, das quais 10,5 milhões são consideradas obesas.

Autor:Vitor Lopes.

Fonte:A Gazeta

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here